Porque a água da piscina do complexo Rio 2016 ficou verde?

 

Os Jogos Olímpicos Rio 2016 chegaram e com eles o mundo todo está ligado no Brasil, semana passada houve uma situação inesperada em uma das piscinas do Complexo Maria Lenk, a água rapidamente ficou com o tom esverdeada e nenhum dos técnicos responsáveis sabiam explicar no momento qual era o verdadeiro motivo.

 

Captura-de-pantalla-2015-12-16-a-las-15.07.44No último sábado dia 13 de agosto, os técnicos se pronunciaram sobre o verdadeiro motivo, segundo conta Gustavo Nascimento, diretor de gestão das arenas do Rio 2016 para a reportagem da ESPN Brasil:

 

“Nós investigamos e descobrimos que no dia da cerimônia de abertura dos Jogos 80 litros de peróxido de hidrogênio (água oxigenada) foram colocados na água. Isso criou uma reação para o cloro que neutralizou sua habilidade de matar organismos.”

Na prática a piscina estava com cloro que foi neutralizado com o uso da água oxigenada, proliferando os microrganismos que são combatidos com a ação do produto.

_90737229__90733857_gettyimages-587765334

A equipe da Rio 2016 decidiu trocar a água da piscina para agilizar o processo de clareamento da água da piscina.

Entre os principais motivos para água esverdear, além da falta de cloro, está o nível muito baixo ou excesso de pH (potencial Hidrogeniônio), o controle periódico deve ser realizado. Quando este indicador está muito baixo os produtos também não possuem o mesmo efeito, diminuindo efetivamente a reação.

o-ph-da-piscina

Portanto, o pH é um dos principais motivos para que a sua água fique verde, na maioria dos casos os níveis baixam normalmente pela água da chuva ou pela ação do ambiente em que está inserido. O pH neutro é 7,00, a maioria dos fabricantes pede para que regule este indicador entre 7,2 a 7,6.

 

Agora que sabemos os principais motivos da água com tom esverdeado é só prevenir utilizando corretamente os produtos e fazendo os processos recomendados para manter a água saudável, e um bom banho de piscina!

festa-na-piscina-3-990x660

Este texto foi escrito por Ânderson Kinas

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *